Jump to content


Foto

Criação de sub-redes, aprenda como fazer!



 Este tópico ainda não tem respostas. Seja o primeiro a responder!

#1 andre_cerberus    

andre_cerberus
  • Participante
  • 687 mensagens

Publicado 13 March 2006 - 10:03 PM

Criação de sub-redes.
 
Mesmo que a noção conceitual de sub-redes, utilizando bits de hosts, pareca bastante simples, os mecanismos atuais de criação de sub-redes são mais complicados. Criar sub-redes eficientes, que reflitam as necessidades de sua rede, requer três procedimentos básicos:

















O número de bits de host usado para sub-redes determinará o número de sub-redes possíveis e o número de hosts por sub-rede. Antes de escolher o número de bits de host, você deve avaliar o número de sub-redes e de hosts que você precisa ou precisará no futuro.
 
Quanto mais bits de host são usados para sub-redes, mais sub-redes (identificação de sub-redes) você terá, porém, com poucos hosts por sub-rede. A utilização de muitos bits de host para sub-redes, permite o crescimento do número de sub-redes mas limita o crescimento do número de hosts. Já a utilização de poucos bits de hosts para sub-redes permite o crescimento do número de hosts mas limita o crescimento do número de sub-redes.
 
Por exemplo, a figura 1 ilustra a subdivisão utilizando até os 8 primeiros bits de host de uma identificação de rede classe B. Se você escolher um bit de host para sub-redes, você terá 2 identificações de sub-redes com 16.382 hosts por identificação de sub-rede. Se você escolher 8 bits de host para sub-redes, você terá 256 identificações de sub-redes com 254 hosts por identificação de sub-rede.










Na prática os administradores de rede definem o número máximo de hosts que eles querem em uma única rede. Lembre-se que todos os hosts em uma rede compartilham o mesmo tráfego de difusão (broadcast); eles residem no mesmo domínio de difusão. Portanto, o crescimento do número de sub-redes é favorável ao invés do crescimento do número de hosts por sub-rede.
 
Siga estes passos para determinar o número de bits de host a serem utilizados para sub-redes:





















Para esquematizar sua sub-rede, de maneira bem simples, comece com uma identificação de rede existente a ser subdividida. A identificação de rede a ser subdividida pode ser uma identificação de rede baseada em classes, uma identificação de sub-rede, ou uma super-rede. A identificação de rede existente contem uma série de bits da identificação de rede que são fixos e uma série de bits da identificação de hosts que são variáveis. Baseado nas necessidades de sua rede, o número de sub-redes e o número de hosts por sub-rede, escolha um número específico de bits de host a ser usado para a subdivisão da sua rede.
 
A tabela 1 mostra as subdivisões possíveis para uma identificação de rede classe A. Tendo em vista a quantidade de sub-redes e a quantidade máxima de hosts por sub-rede, escolha um esquema de subdivisão da rede.






Tabela 1. Subdivisões de uma identificação de rede classe A.





















































































































A tabela 2 mostra as subdivisões possíveis para uma identificação de rede classe B.

















































































A tabela 3 mostra as subdivisões possíveis para uma identificação de rede classe C.















































Após escolher o número de bits de host a ser usado nas sub-redes, você deve listar as novas identificações de rede disponíveis. Existem duas formas de fazê-la.










Ambos os métodos produzem o mesmo resultad a lista enumerada das identificações de sub-rede.







Para criar a lista enumerada de identificações de sub-rede utilizando o método binário siga os cinco passos abaix



















Por exemplo, para criar uma sub-rede utilizando 3 bits de hosts da identificação de rede privada 192.168.0.0, a máscara de sub-rede para a nova identificação de sub-rede deve ser 255.255.224.0 ou /19. Sendo não = 3, já que utilizamos 3 bits de host, construímos uma tabela com 8 linhas (2^3). A primeira sub-rede, deve ter todos os bits de sub-rede com o valor 0. As sub-redes adicionais na tabela são incrementos sucessivos dos bits da sub-rede, como mostrado na tabela 4. Os bits de host utilizados para subdivisão da rede estão sublinhados.










































Para criar a lista enumerada de identificações de sub-rede utilizando o método decimal siga os sete passos abaix

























Por exemplo, para criar uma sub-rede utilizando 3 bits de hosts da identificação de rede privada 192.168.0.0, sendo não = 3, já que utilizamos 3 bits de host, construímos uma tabela com 8 linhas (2^3). A primeira sub-rede, possui todos os bits de sub-rede com o valor 0. Logo N, a representação decimal de 192.168.0.0, é 3232235520, o resultado de 192*16777216 + 168*65536. Já que temos 13 bits de host restantes, o incremento i é de 2^13 - 2 = 8192 como mostrado na tabela 5.




















































Ter todos os bits iguais a 0 ou 1 em sub-redes pode causar problemas com hosts ou roteadores operando no modo padrão baseado em classes. Antes de usar todos os bits iguais a 0 ou todos iguais a 1 em sub-redes, verifique se eles são aceitos pelos seus hosts e roteadores.






Após listar todas as identificações de sub-rede, você deve agora listar os endereços IPs válidos para as novas identificações de sub-rede. Listar cada endereço IP individualmente seria, e com certeza é, uma tarefa muito tediosa. Ao invés de listar os endereços IPs para cada identificação de sub-rede, definiremos uma faixa de endereços IPs (o primeiro e o último) para cada identificação de sub-rede. Existem duas formas de fazê-lo.










Ambos os métodos produzem o mesmo resultad a faixa de endereços IP para cada identificação de sub-rede.
 
Para criar a faixa de endereços IP usando o método binário siga os quatro passos abaix
















Por exemplo, a faixa de endereços IPs para a sub-rede de 3-bits da identificação de rede 192.168.0.0 é mostrada na tabela 6. Os bits usados para subdivisão da rede estão sublinhados.










































Para criar a faixa de endereços IP usando o método decimal siga os cinco passos abaix



















Por exemplo, a faixa de endereços IPs para a sub-rede de 3-bits da identificação de rede 192.168.0.0 é mostrada na tabela 7. O valor incremental J é de 2^13 - 2 = 8190.










































Fonte: www.clubedasredes.eti.br



PUBLICIDADE  
 

PUBLICIDADE