Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
FreakMan

Porta LTP1 não funciona

Mensagem Recomendada

FreakMan   

Meu computador é um K6 2, placa-mãe Asus.

Uso o Windows XP Pro e a porta paralela apenas ameaça funcionar..

Por exemplo, sempre que mando imprimir, a impressora dah sinal de erro e qd vou tentar conectar meu mp3 player, ele fica conectado, porém o programa diz que ele não está conectado...

Alguém tem idéia do que seja ?????? <:bigsmile:>


* * * * * * * * No comments

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

AQUI EM CASA TAMBÉM ESTÁ A MESMA COISA, QUANDO MANDO IMPRIMIR, A IMPRESSORA FICA LOUCA, IMPRIMINDO VÁRIOS CARACTERES AMLUCOS, ALÉM DO FATO DE NÃO RECONHECER DISPOSITIVOS CONECTADOS NA LPT1.

TAMBÉM APRECIO UMA RESPOSTA...


_____________________________________________________________________ 

Core 2 DUO 6000 @ 2.43ghz

Mobo Asus P5B Deluxe WiFi

2Gb DDR1066 Corsair Dominator

Vídeo Asus 8800GTX

02 x HD Seagate 320gb Raid 0

DVDRW Pioneer DRV-111

Monitor Samsung LCD 950B 19"

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

"P: Quantas portas paralelas (LPT) um computador tem, normalmente? Vejo nesses programas de diagnóstico LPT 1, 2 e 3, mas o meu só tem a LPT1. Como é possível adicionar mais portas LPT ao computador?

R: Há que distinguir entre portas lógicas e portas físicas. Uma porta paralela lógica é, essencialmente, um endereço de entrada/saída (E/S ou I/O) através do qual um dispositivo pode se comunicar com a CPU. Para transferir dados de e para este endereço, é utilizado um circuito eletrônico que recebe ou transmite simultaneamente os oito bits que compõem um byte, através de oito condutores elétricos em paralelo. Este circuito é a porta física. O número de portas lógicas é definido pela especificação da arquitetura da máquina. Quando a IBM lançou o PC em agosto de 1981, decidiu que o micro teria três portas paralelas (lógicas) identificadas como LPT1, LPT2 e LPT3 (os novos padrões de portas bidirecionais conhecidos como EPP - Enhanced Paralell Port - e ECP - Extended Capabilities Port - admitem um número maior de portas lógicas, mas estas não recebem a designação "LPT"). A cada uma delas corresponde um endereço de I/O (para ser específico, 0378h, 0278h, 03BCh, expressos no sistema numérico hexadecimal). Estes endereços são as portas lógicas. Já uma porta física é o conjunto de componentes que compõem o circuito eletrônico que transfere efetivamente os dados. Algumas são fornecidas sob a forma de placas de circuito impresso que se encaixam em um dos slots do PC, outras são fornecidas sob a forma de circuitos integrados soldados na própria placa-mãe. Portanto, podem existir PCs sem nenhuma porta (física) paralela - basta que a placa-mãe não contenha os circuitos necessários e que não se tenha encaixado uma placa que contenha uma porta paralela (física) em nenhum dos slots. Mas a maioria dos PCs modernos são fornecidos com uma única porta (física) paralela. Nas máquinas modernas ela vem integrada à placa-mãe e em geral é configurada para ocupar o endereço correspondente a LPT1 (o que pode ser alterado através do setup do micro). Mas pode-se adicionar portas (físicas) paralelas adicionais simplesmente encaixando nos slots placas que contenham os circuitos necessários e configurando-as para ocupar os endereços correspondentes a LPT2 e LPT3. A partir daí, não adianta acrescentar mais portas (físicas) paralelas, pois não há mais portas (lógicas) disponíveis. Resumindo: um PC em geral é fornecido com uma única porta paralela (física) que ocupa a porta paralela (lógica) LPT1. Mas ele pode ter desde nenhuma até um máximo de três, dependendo do número de portas (físicas) instaladas, que ocuparão as portas (lógicas) LPT1, LPT2 e LPT3. (29/03/99)

P: Tenho um Scanner e um Zip Drive que ocupam a mesma porta paralela, LPT1. Como fazer para colocar um deles na LPT1 e o outro na LPT2?

R: Para lograr seu objetivo você precisaria acrescentar ao seu micro uma segunda porta paralela. Não me refiro ao dispositivo lógico LPT2, mas sim ao dispositivo físico, ou seja, o próprio hardware correspondente à porta paralela. Em geral as placas-mãe disponíveis no mercado incorporam duas portas seriais, mas apenas a uma porta paralela. A forma mais simples de incorporar uma porta paralela adicional é conseguir uma "placa multi-I/O" e integrá-la ao sistema convenientemente configurada. Estas placas, comuns na época em que as portas seriais e paralelas não eram incorporadas às placas-mãe, contêm uma ou duas portas seriais e uma porta paralela, além dos controladores de drives de disquetes e discos rígidos. Elas praticamente desapareceram hoje em dia, mas talvez você ainda encontre uma delas nas boas casas de hardware ou na sucata de algum técnico conhecido. Para incorporar a segunda porta paralela ao sistema basta ajustar a placa multi-I/O de modo a configurar sua porta paralela para LPT2, desabilitar todos os demais dispositivos e espetá-la em um slot vago de sua placa-mãe.

Artigo original de B. Piropo "

Você pode tentar reinstalar os drives da impressora,de preferência baixando pela Internet no site do fabricante,se não funcionar a LPT1 fisica está com defeito,na rua Sta Ifigênia tem alguns locais que recuperão se for onboard,siga

os conselhos acima do mestre B. Piropo,em desespero de causa

você poderá usar um conversor Paralelo/Serial http://www.esferomac.com.br que usa porta serial para impressora e possui buffer. Ou uma Placa PCI; na Revista da Info Exame na parte de anúncios tem vários modelos. Consulte estes sites:

www.lri.com.br

www.naxos.com.br

www.valley.ind.br

www.integral.com.br"

José Rubens

jrubens2001@globo.com

<:devil:> <:devil:> <:devil:>

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Entre para seguir isso  

×